Sineduc avança nas negociações e conquista 100% a mais no valor do Cartão Servidor. Negociações continuam.

Sineduc avança nas negociações e conquista 100% a mais no valor do Cartão Servidor. Negociações continuam.

Foi acertado no final da tarde desta sexta-feira (19) entre o Sineduc e a Prefeitura um reajuste de 100% no valor do cartão servidor. Com o acordo, o Cartão Servidor passa dos atuais R$ 103,49 para R$ 206,98 a partir da próxima recarga prevista para o mês de junho. Segundo a presidente do Sineduc, Perla de Freitas, o reajuste beneficia principalmente os servidores inseridos nas menores faixas salariais. Leia Mais

 

Folha de Ribeirão Pires destaca protesto de servidores municipais

julho 26, 2017 Sindical  No comments

A última edição do jornal “Folha de Ribeirão Pires”, publicada nesta terça-feira, 25 de julho, destacou em sua capa o protesto realizado por servidores do município.

No editorial, o periódico faz um contundente questionamento: Cadê o dinheiro que estava aqui? “…desde que assumiu a Administração da Estância autoriza extensa lista de servidores contratados sem concurso público, os chamados “servidores de confiança”, são mais de 200 nomes, em seis meses de Governo. Tidos como primordiais para o desenvolvimento de projetos e ações da Administração, esses contratados, em sua grande maioria exercem cargos com salários acima dos oferecidos aos concursados… “, relata o impresso. para ler a íntegra, clique aqui.

Já na página 04, a Folha trás a matéria intitulada “Prefeitura já passa dos 200 comissionados enquanto educadores não recebem o piso”, para ler a matéria clique aqui.

Segundo a presidente do Sineduc, Perla de Freitas, “o sindicato está fazendo a sua representação legal dos trabalhadores e cobra neste momento o cumprimento da lei nº 11.738, que instituiu o piso salarial nacional para os profissionais do magistério público da educação básica. Hoje fixado em R$ 2.298,80 e também a valorização dos demais servidores públicos da municipalidade“.

Perla também alega que o Sineduc não é contra o Festival do Chocolate, mas pede para que os trabalhadores e a população recebam a mesma atenção e dedicação que está sendo dispensada ao evento festivo.

Deixe uma resposta