Sineduc avança nas negociações e conquista 100% a mais no valor do Cartão Servidor. Negociações continuam.

Sineduc avança nas negociações e conquista 100% a mais no valor do Cartão Servidor. Negociações continuam.

Foi acertado no final da tarde desta sexta-feira (19) entre o Sineduc e a Prefeitura um reajuste de 100% no valor do cartão servidor. Com o acordo, o Cartão Servidor passa dos atuais R$ 103,49 para R$ 206,98 a partir da próxima recarga prevista para o mês de junho. Segundo a presidente do Sineduc, Perla de Freitas, o reajuste beneficia principalmente os servidores inseridos nas menores faixas salariais. Leia Mais

 

Sineduc convoca servidores para aderirem à Greve Geral Nacional dia 30 de junho. Contra a reforma Trabalhista e Previdenciária.

junho 29, 2017 Sindical  No comments

O Sineduc convoca os servidores a aderirem à Greve Geral Nacional, no dia 30 de junho (sexta-feira), que vai mobilizar trabalhadores de todo país contra as reformas trabalhista e previdenciária do governo Temer. No estado de São Paulo, categorias profissionais dos mais diversos segmentos já confirmaram adesão ao movimento e paralisarão as atividades durante todo o dia.

Dia 30 de junho, vamos à Greve Geral! Nenhum direito a menos! Pelo direito ao trabalho digno e decente e pela manutenção ao direito de se aposentar!

Organizada pelas centrais sindicais, a greve geral tem o objetivo de pressionar os senadores a votarem contra o projeto de reforma trabalhista que tramita no Senado, após ser aprovado na Câmara, e ameaça direitos importantes da classe trabalhadora. Os trabalhadores devem se posicionar também, contrários à reforma da Previdência, que aumenta o tempo de contribuição e a idade para a aposentadoria, gerando um exército de trabalhadores que não conseguirão ter acesso ao benefício.

O momento é decisivo. O governo Temer e o Congresso Nacional não têm legitimidade para continuar aprovando medidas que retiram direitos da população. A expectativa diante do agravamento da crise no governo do presidente Michel Temer – atolado em graves denúncias de corrupção -, é que o movimento supere a Greve Geral do dia 28 de abril, quando milhões de pessoas de todo Brasil saíram às ruas em protesto contra as reformas do governo.

Deixe uma resposta