Sineduc avança nas negociações e conquista 100% a mais no valor do Cartão Servidor. Negociações continuam.

Sineduc avança nas negociações e conquista 100% a mais no valor do Cartão Servidor. Negociações continuam.

Foi acertado no final da tarde desta sexta-feira (19) entre o Sineduc e a Prefeitura um reajuste de 100% no valor do cartão servidor. Com o acordo, o Cartão Servidor passa dos atuais R$ 103,49 para R$ 206,98 a partir da próxima recarga prevista para o mês de junho. Segundo a presidente do Sineduc, Perla de Freitas, o reajuste beneficia principalmente os servidores inseridos nas menores faixas salariais. Leia Mais

 

Sineduc ganha na justiça cerca de R$ 450.000,00 para servidoras em desvio de função.

junho 6, 2017 JurídicoSindical  No comments

O Sineduc, em mais uma ação judicial movida em favor dos servidores de Ribeirão Pires, conquistou quase R$ 450.000,00 para 19 educadoras que se encontravam em desvio de função.

Os associados exerciam as suas atribuições funcionais como se fossem Professoras de Desenvolvimento Infantil (PDI), mas não recebiam isonomicamente pela atividade desempenhada.

Segundo a presidente da entidade, Perla de Freitas, o Sineduc, com esta nova vitória confirma a sua atuação de luta em favor dos direitos dos trabalhadores.

“Especificamente, este processo, foi aberto ainda no ano de 2010, quando em conversas com diversos colegas encontramos esta irregularidade de desvio de função. De pronto contatamos o nosso departamento jurídico que apresentou a proposta de abertura de ação judicial como forma de reparar essa injustiça”.

Ainda, segundo Perla, outros processos de desvio de função correm na justiça em estágio avançado.

“No total foram abertos 58 processos requerendo o devido enquadramento. Neste primeiro lote foram julgados 19, que juntos somam quase R$ 450.000,00, que será dividido entre os mesmos, conforme as suas particularidades. A decisão já está em fase de execução e não há como a administração municipal recorrer. Estamos na expectativa de que em breve os valores sejam liberados a quem é de direito”, esclareceu.

Perla disse ainda sobre a importância da participação e associação dos trabalhadores junto ao Sineduc.

“O nosso sindicato, vem ao longo de sua história, travando intensas lutas em favor da classe trabalhadora. Tudo isso só vem acontecendo em função dos trabalhadores apresentarem suas demandas e sugestões. A cada dia novos trabalhadores tem ingressado no sindicato e preenchido a sua ficha de sindicalização, pois é através destas contribuições que conseguimos financiar a nossa estrutura, pagando aluguel, internet, contas de agua e luz, material de expediente. Recentemente reforçamos o nosso departamento jurídico e organizamos um departamento de comunicação que tem como objetivo aproximar o sindicato e a sua base. Nós do Sineduc, esperamos que haja compreensão dos trabalhadores para que se aproximem da entidade que verdadeiramente os representa”, concluiu.

No mês de dezembro, o Sineduc ingressou na justiça com um 1º primeiro lote de ações cobrando o pagamento de 11,08% referente as perdas salariais dos anos de 2015 e 2016. Até o dia 10 de julho a entidade estará recebendo a documentação para novos processos.

Deixe uma resposta